A ausência do inventário do estado de conservação

Par Hélène Baratte le 03/10/2011 | Theme : Arrendamento/Co-arrendamento | Dossier : O inventário do inventário do estado de conservação

Voltar à lista

- Se o proprietário recusar-se a realizar o inventário do estado de conservação :
Deverá provar que os danos por ele invocados no término do arrendamento, se tal for o caso, são imputáveis ao inquilino.

-Se o inquilino se opõe, ao entrar no imóvel, à realização do inventário do estado de conservação, presumir-se-á que o imóvel foi recebido em bom estado.

-Se, por motivo de negligência do proprietário e do inquilino, não for realizado um inventário do estado de conservação no início do contrato de arrendamento, presumir-se-á, igualmente, que o imóvel foi recebido em bom estado. Assim sendo, em caso de ausência do inventário do estado de conservação à entrada, presume-se que o inquilino, de acordo com o artigo 1731 do Código Civil francês, recebeu o imóvel em bom estado e deve restitui-lo neste mesmo estado, incumbindo-lhe a reparação de todos os elementos susceptíveis de terem sido degradados durante o arrendamento:

"Se não foi realizado um inventário do estado de conservação, presume-se que o inquilino recebeu o imóvel em bom estado, devendo devolvê-lo da mesma forma, salvo prova no sentido contrário. "

A lire également

Créé le 03/10/2011 | Theme : Arrendamento/Co-arrendamento

Publicité
Crédit Immobilier

Avez-vous pensé à votre Crédit ? ImmoStreet.com vous propose de faire une simulation en ligne gratuite.
Faire une simulation ›